Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O "principado do Monaco"

por O administrador, em 20.03.17

O Mónaco tem estado em destaque no mundo do futebol. A equipa francesa lidera o campeonato, está nos quartos de final da Liga dos Campeões, marca presença nos quartos de final da taça e tem a final da Taça da Liga por disputar.

Com um plantel sem as tradicionais “estrelas”, Leonardo Jardim teve obra e engenho para construir uma equipa sólida, num misto de jovens e jogadores "reaproveitados" (como Falcao e Moutinho) capaz manter a regularidade que lhe permite liderar o campeonato, à frente do caro e luxuoso plantel do Paris Saint-Germain. Apesar do grande investimento, os parisienses não estão, até agora, a conseguir superar a organização da equipa monegasca que apresenta já 87 golos marcados com apenas 30 jornadas disputadas.

Sem Messi, Ronaldo, Cavani, Lewandowski ou os tridentes afamados das grandes potências do futebol europeu e mundial, é impossível ficar indiferente ao trabalho de Leonardo Jardim.

O Mónaco parecia destinado a ser mais um clube em busca de história com recurso a dinheiro. Em 2013, aquando da contratação de nomes como James, Moutinho e Falcao, o clube parecia determinado a procurar juntar-se às grandes potências do futebol mundial ou, pelo menos, combater a hegemonia do PSG no futebol francês. Mas as saídas dos colombianos transpareceram que o plano foi por água abaixo, o que fez com que alguns jogadores se sentissem “traídos” pelo abortar do projeto que lhes fora prometido. Mas chegou Leonardo Jardim. O treinador português contratou Martial, Lemar, Bakayoko, Fabinho, … e Mbappé!

O jovem avançado foi uma aposta tão arriscada quão conseguida do treinador português. Está a realizar uma época de sonho e leva 19 golos - mais do que os anos de vida que tem (18). Marcou em todas as competições que o Monaco ainda disputa e foi com o marco histórico de ser o mais jovem de sempre a marcar nas duas mãos de uma eliminatória da Liga dos Campeões que contribuiu para que o Manchester City fosse eliminado aos pés da equipa monegasca. De resto, Guardiola caiu da liga milionária pela primeira vez na sua carreira sem atingir as meias finais da prova. E rendeu-se como o resto do mundo.

O Monaco vence e convence. É organizado, apresenta bom futebol e marca muitos golos (127 em todas as competições). Quando nos aproximamos da fase em que se tomam todas as decisões de uma época, a equipa monegasca de Leonardo Jardim aspira a todas as competições em que participou. Sem "mind games" ou quaisquer polémicas, o treinador português atraiu a atenção de todos. A expectativa em torno dos jovens que rodeiam o treinador português é enorme e o mérito tem que lhe ser reconhecido. Qualquer adepto do desporto rei, tem que atribuir mérito ao técnico português e apreciar esta equipa. Afinal, com Moutinho que jogou no Porto, Bernardo Silva proveniente do Benfica e Leonardo Jardim com passado no Sporting, esta equipa parece mesmo destinada a ser a de todos nós!

 

monaco.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:28



Liga dos Campeões

Survey Creator


Nossos visitantes


calendário

Março 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Mais sobre mim

foto do autor



Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D